Teatro

Panorama do Teatro Brasileiro — 2ª Geração: Presente do Tapa

Mostra de trinta anos do grupo reúne sete montagens de textos brasileiros

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

Panorama do Teatro Brasileiro — 2ª Geração: Presente do Tapa Foto 2
Marcelo Pacífi co e Isabella Lemos em Mão na Luva: de quinta (21) a domingo (24) (Foto: Daniel Pacífico)

Uma das companhias mais representativas do teatro paulistano — o Tapa, do diretor Eduardo Tolentino de Araújo — na verdade é carioca. Criado em 1979 no Rio de Janeiro por Tolentino mais os atores Denise Weinberg, Renato Icarahy e Flávio Antônio, o grupo fi ncou raízes em São Paulo em 1986. Com um ano de atraso, as três décadas de atividades ganham comemoração a partir desta semana na mostra Panorama do Teatro Brasileiro — 2ª Geração, composta de sete espetáculos que ocupam o Viga Espaço Cênico até 24 de fevereiro.

O drama Mão na Luva, de Oduvaldo Vianna Filho, dirigido e protagonizado por Isabella Lemos e Marcelo Pacífi co, é a primeira atração, de quinta (21) a domingo (24). Surgem na sequência Pedreira das Almas, de Jorge Andrade; Doroteia, de Nelson Rodrigues; As Viúvas, de Artur de Azevedo; e A Moratória, de Jorge Andrade. Os monólogos Natureza Morta, de Mário Viana, e Valsa Nº 6, de Nelson Rodrigues, fecham a lista. A ideia é revisitar peças de autores brasileiros montadas por diretores e intérpretes de uma geração posterior formada no Tapa. De quebra, a seleção confi rma que a base do grupo — priorizar o signifi cado do texto e, a partir dele, construir a interpretação e os recursos cênicos — já fez escola.

Panorama do Teatro Brasileiro — 2ª Geração . Viga Espaço Cênico (74 lugares). Rua Capote Valente, 1323, Pinheiros, ☎ 3801-1843, E Sumaré. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 30,00. A bilheteria abre duas horas antes. São oferecidos pacotes especiais: R$ 42,00 (três peças), R$ 65,00 (cinco peças) e R$ 90,00 (sete peças). Até 24 de fevereiro. A partir de quinta (21).

Fonte: VEJA SÃO PAULO