Noite

Confira as melhores baladas para curtir sertanejo

Vista o chapéu, calce as esporas e caia na pista das melhores baladas sertanejas de São Paulo

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Villa Mix
Villa Mix: nova casa engrossa a concorrência de baladas sertanejas (Foto: Raul Zito)

Com investimento de R$ 8 milhões e um espaço de 1.000 m², a Outlaws leva o cenário country para a Rua Augusta, 2.805. Por trás da empreitada estão os empresários Marcus Buaiz, Zhu Yang, Rubens Zogbi e Gutti Camargo, já figurinhas conhecidas no ramo de baladas, e os estreantes, o cantor Luan Santana, Anderson Ricardo, empresário do cantor, e Phillip Klein. A casa conta com dois pisos: no inferior, a pista de dança, dois camarotes, com capacidade para dez pessoas cada, e um bar de nove metros de comprimento, além do palco. Já o piso superior está a área vip da casa com quatro camarotes para dez pessoas e um para quinze, que não se restringe apenas para quem compra o camarote - é possível circular pelo espaço pagando um valor extra com direito a consumo.

É tarefa difícil encontrar uma boate na cidade que se compare à grandeza do Villa Country, reduto de fãs dos gêneros country e sertanejo. São 12.000 metros quadrados, que abrigam um lounge, um restaurante (aberto a partir das 20h) e duas pistas — uma reservada para grandes shows, no estilo dos saloons, e outra que reproduz uma praça para apresentações acústicas mais intimistas. Quando o convidado se mostra muito requisitado abre-se outro ambiente, onde cabem até 5.000 baladeiros. Durante as madrugadas de sexta e sábado, professores ensinam gratuitamente dancinhas típicas, executadas em sincronia pelos frequentadores mais assíduos. Chapéu, botas e camisa xadrez não são obrigatórios, mas vestem boa parte do pessoal.

Com botas e camisas xadrezes, meninas bonitas e rapazes arrumados circulam por essa balada voltada para o sertanejo que acumula quase dois anos em atividade. Vinda de Curitiba, a Wood’s - comandada por Rafael Setrak, Luiz Felipe Scarpa, Eduardo Cunha e o sertanejo Sorocaba - aposta todas as noites em shows de duplas que apresentam versões de artistas como Victor & Leo. Por lá, já passaram  Fernando & Sorocaba, Zezé di Camargo & Luciano, Michel Teló, Luan Santana, Marcos & Belutti, Bruno & Marrone, Hugo Pena, João Neto & Frederico.

A fim de engrossar a concorrência, que já conta com casas noturnas como Villa Country e Wood’s, o Villa Mix foi inaugurado no fim do ano passado. O clube caiu no gosto dos jogadores de futebol — Neymar, por exemplo, já passou por lá. Quem está por trás do empreendimento são os cantores goianos Jorge e Mateus, famosos por "Aí, Já Era", "Amo Noite e Dia" e "Voa Beija Flor", entre outros hits. Com um espaço de 2.000 metros quadrados, o endereço tem clima aconchegante. A pista é rodeada por disputados camarotes com decoração de madeira e dois bares. Além de drinques, há porções para beliscar durante a madrugada. No palco, duas atrações soltam a voz a cada noitada. Marcam presença no repertório versões de faixas conhecidas das rádios, caso de Gusttavo Lima e de Thaeme & Thiago.

A mais nova casa sertaneja de São Paulo, a Villaneja abriu em agosto na Móoca. Além da pista e de camarote convencional, ainda tem a possibilidade de pegar uma mesa bistrô, camarote master, para oito pessoas, e camarote premium, para dez.

Fonte: VEJA SÃO PAULO