Abastecimento

Nível de represas de São Paulo segue em queda

Volume do Sistema Cantareira cai para 12% e do Alto Tietê,  para 16,9%

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Volume morto - Cantareira
Sete bombas são utilizadas para captar a água do volume morto da represa Jaguari/Jacareí (Foto: Fábio Lemos Lopes)

O nível do Sistema Cantareira, responsável por levar água às residências capital e região metropolitana, segue em queda. Neste domingo (24), o volume armazenado atingiu 12%  da capidade total do reservatório - dois décimos a menos do que o registrado no dia anterior.

O Sistema Alto Tietê, que também abastece parte da Grande São Paulo, também continua registrando queda. Caiu de 17,1% a 16,9%.  Os mananciais paulistas atravessam a pior estiagem da história.  Desde julho, a Cantareira opera com a primeira cota de reserva técnica.

+ Shopping barra a entrada de jovens desacompanhados para evitar rolezinho 

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) anunciou  que pretende retirar mais 106 bilhões de litros do volume morto do Sistema Cantareira. A concessionária, no entanto, não deu detalhes sobre o início do uso e quanto tempo poderá usar.

A Sabesp informou apenas que a segunda cota do volume morto será retirada das Represas Jaguari-Jacareí, na região de Bragança Paulista, que representam cerca de 80% da capacidade do Cantareira. 

+ ÚLTIMAS NOTÍCIAS: o que acontece de mais importante na cidade

Fonte: VEJA SÃO PAULO