Exposições

Confira as mostras que não abrem neste 7 de setembro

Algumas exposições em cartaz na cidade não recebem o público nesta terça-feira

Por: Redação - Atualizado em

Vik Muniz
Exposição de Vik Muniz na Galeria Fortes Vilaça não abre nesta terça (7) (Foto: Divulgação)

Enquanto a cidade recebe diversas atrações para curtir o dia 7 de setembro, alguns estabelecimentos fecharam as portas nesse feriado. Quatro exposições não serão exibidas nesta terça-feira. Confira abaixo quais são.

+ Confira opções para aproveitar o feriado em São Paulo

  • Resenha por Jonas Lopes: A artista de 31 anos exibe Corpo Duplo, com seis trabalhos. Marcia chama atenção por investir no desenho, uma arte nem sempre recorrente no universo contemporâneo. Em dípticos e polípticos de grande porte, ela cria formas abstratas e a princípio estranhas, demandando do espectador um certo tempo para olhar de várias distâncias e, assim, captar os detalhes. O resultado justifica a paciência. Difícil não se sentir intrigado pelo equilíbrio entre força e delicadeza gestual. Ao estabelecerem uma espécie de paisagem da alma da artista, as camadas de cores dão uma impressão de quase figuração. Montada num espaço pequeno e aconchegante, a exposição tem um clima intimista e convidativo. Preços não fornecidos. De 25/07/2012 a 18/08/2012.
    Saiba mais
  • Pinturas clássicas de épocas distintas — de A Origem do Mundo, de Gustave Courbet, a Mulher e Bicicleta, de Willem de Kooning — ganham releituras através da colagem de pedaços rasgados de revistas em Espelhos de Papel. Onze obras, escolhidas pelo próprio fotógrafo, foram reunidas na mostra. Preço das obras: US$ 39.000,00 a US$ 55.000,00. De 02/04/2013 a 04/05/2013.
    Saiba mais
  • Um dos principais nomes da pintura primitiva em atividade no Brasil. Trabalhos com sinais claros de ingenuidade, cativa o olhar no primeiro instante de percepção. Resgate de tradições brasileiras, não há quem não se encante com o lúdico presente nas pinturas do artista. De 01 a 30/11/2012.
    Saiba mais
  • Conhecido por registrar as transformações sofridas pela cidade de Berlim depois da queda do muro, o artista alemão realiza sua primeira individual no Brasil. As seis fotografias e uma instalação da mostra dialogam com a arquitetura da Galeria Leme, cujo projeto é assinado por Paulo Mendes da Rocha. Preços não fornecidos.  De 12/08/2010 a 11/09/2010.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO