Esporte

Giba, ex-jogador do Corinthians, morre aos 52 anos

Antônio Gilberto Maniaes estava internado no Hospital Sírio-Libanês

Por: Redação VEJASÃOPAULO.COM - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Morreu na madrugada desta terça-feira (24), aos 52 anos, o ex-jogador do Corinthians Antônio Gilberto Maniaes, conhecido como Giba. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, e deixa mulher e uma filha. O velório será realizado em Campinas, cidade onde vivia com a família. 

De acordo com o Guarani Futebol Clube - time no qual atuou diversas vezes ao longo da carreira - Giba sofria de amiloidose, uma doença rara originada na medula óssea que afeta diversos órgãos do corpo e o atingiu de forma irreversível nos rins.

História

Nascido em Cordeirópolis, no interior paulista, Giba foi lateral-esquerdo do Corinthians e ajudou o time a conquistar seu primeiro campeonato brasileiro em 1990. Começou como volante no Juventus da sua cidade natal e passou pelo Inter de Limeira e pelo Guarani antes de entrar no alvinegro. 

Em 1995, iniciou a carreira de técnico e esteve à frente das equipes do Santos, da Portuguesa e do São Caetano, além de duas temporadas no Guarani, entre 2002 e 2003 e depois em 2011. O último time que comandou foi o Paulista de Jundiaí, treinando os jogadores para o Campeonato Paulista de 2013 e 2014. Nos últimos meses, afastou-se dos campos para tratar a doença.

Pelo Twitter, a conta oficial do Corinthians lamentou a morte do ídolo. "O Timão será eternamente grato a #Giba, que honrou o manto alvinegro! Obrigado, campeão! Você está eternamente em nossos corações."

O comentarista e ex-jogador Neto, que atuou ao lado de Giba nos anos 1990, também lamentou a morte do amigo. "Muita tristeza nesta terça. Deus levou o Giba, meu irmão desde garoto no Guarani", escreveu em sua conta numa rede social. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO