RESTAURANTES

Sócio do Eataly, Mario Batali perde reserva e critica Maní

Chef, que está na cidade para a abertura do empório gastronômico, chegou 25 minutos atrasado para jantar e perdeu a mesa

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Mario Batali
O chef italiano Mario Batali, sócio do Eataly (Foto: Divulgação)

O chef Mario Batali, que está em São Paulo para o lançamento do mercado gastronômico Eataly, irritou-se ao perder a reserva no concorrido restaurante Maní, da chef Helena Rizzo, e publicou mensagens em sua rede social criticando o estabelecimento.

+ Entrevista: Mario Batali, chef de um dos mais estrelados restaurantes de Nova York

+ Exclusivo: um passeio pelo Eataly em fotos inéditas

Mario Batali - Maní
Post de Batali criticando o restaurante Maní (Foto: Reprodução Instagram)

Em seus posts, Batali afirmou que havia feito uma reserva, mas chegou 25 minutos atrasado e foi informado que havia perdido a mesa e que precisaria entrar na fila. “No Maní, em São Paulo, uma reserva não significa nada. Chegamos 25 minutos atrasados, ligamos e quando chegamos não tinha mesa e nem quiseram discutir”, escreveu o chef.

+ Entrevista: conheça Oscar Farinetti, o criador do Eataly

O chef, sócio do empório que abrirá na cidade no próximo dia 19, reclamou ainda que foi tratado como “babaca” e disse que “nunca fui dispensado em um tom tão desrespeitoso.” Os posts, no entanto, foram apagados de sua rede social.

batalimani2
Mensagens foram apagadas da rede social (Foto: Reprodução Instagram)

Procurado por VEJA SÃO PAULO, o restaurante informou, por meio de sua assessoria, que, como praxe nos restaurantes, é possível segurar uma reserva por 15 minutos. “O Maní é bastante procurado e, por ser um lugar pequeno, com 70 lugares, costuma ter longas filas”, disse a assessoria. O estabelecimento disse ainda que ficou surpreso ao saber da reação do chef.

+  Confira aqui tudo sobre o Eataly

Fonte: VEJA SÃO PAULO