Roteiro

Lugares gostosos para matar a fome no Mercadão

Saiba onde provar o sanduíche de mortadela e o pastel de bacalhau mais famosos e outros lanches bacanas

Por: Sophia Braun - Atualizado em

Mercado Municipal - comidas
Para repor as energias: pastel de bacalhau, ostras e sanduíche de mortadela (Foto: Mario Rodrigues/Sophia Braun/divulgação)

É uma delícia caminhar pelos corredores cheios de vida do Mercado Municipal. De uma lado pode haver uma barraca de frutas, do outro um empório repleto de quitutes gostosos. E assim, entre um salame artesanal e um queijo fresco, o tempo vai passando sem a gente perceber.

+ Localize-se: veja o nosso mapa interativo do Mercadão

Eis que as pernas — e o estômago — começam a se manifestar. Na hora de fazer um pit-stop para repor as energias, encontrar um lugar bacana para descansar e matar a fome nem sempre é tarefa fácil.

Veja abaixo bancas que servem lanches gostosos e até alguns pratos:

Bar do Mané
Bar do Mané: o sanduíche de mortadela mais tradicional do Mercadão (Foto: Divulgação)

SANDUÍCHE DE MORTADELA

Diversas lanchonetes servem o lanche. Se quiser provar o mais tradicional, porém, vá até o octogenário Bar do Mané, na rua E. O folclórico sanduíche no pão francês leva de 250 a 300 gramas de mortadela da marca Ceratti  (R$ 11,00). Se a fome não for muito grande, dá até para dividir o gigante em duas pessoas.

PASTEL DE BACALHAU

A história se repete aqui. Quando o salgado do Hocca Bar se popularizou, a maioria das bancas incluiu o quitute no cardápio. O lanche mais famoso, entretanto, pode ser provado nas três unidades da rede espalhadas pelo Mercadão. A maior e mais confortável delas está no mezanino e dispõe de mesas e cadeiras para se acomodar. As outras duas se resumem a balcões com mesinhas altas e bancos. Recheado de 200 gramas do pescado, o pastel sequinho custa R$ 14,00.

Hocca Bar
Hocca Bar: o mais famoso pastel de bacalhau do Mercadão (Foto: Divulgação)

PEIXES E FRUTOS DO MAR

Servir lanches gigantes é tendência lá dentro. São exemplos os imensos sanduíche de mortadela e pastel de bacalhau. Quem busca algo mais leve, por sua vez, encontra boas opções de pescado na Casa das Ostras. O forte do lugar são as ostras frescas, claro, vindas de Cananéia e Santa Catarina (R$ 4,00 cada uma). Mas também dá para pedir espetinho de camarão e ceviche, entre outras sugestões. Saiba mais sobre o lugar no Blog Delícia de Conta.

DELÍCIA PORTUGUESA

É curioso, mas as opções de sobremesa no Mercadão são escassas. Claro que sempre dá para comprar uma fruta diferente e devorar pelo caminho, mas doce mesmo é coisa rara. O Dona Diva Doces surge nesse cenário como uma das únicas bancas do gênero. A maioria das sugestões beira o trivial, mas se quiser investir calorias em um docinho peça o pastel de belém (R$ 5,00), cremoso na medida.

Ostras do Mercadão: com ovas de peixe, limão, geleia de pimenta, vinagrete e manga
Ostras frescas: com ovas de peixe, limão, geleia de pimenta, vinagrete e manga (Foto: Sophia Braun)

BALCÃO DE ACEPIPES

Desde 2004, o Elídio Bar mantém ali uma concorrida filial no mezanino. Um clássico da Mooca, fez fama com sua bancada repleta de aperitivos. Nos dias de maior movimento, chega a oferecer cinquenta itens, como moela de frango, morcilla, marisco e sardela. Cada 100 gramas custam R$ 8,00.

PIZZA & PASTA

Quem quiser fugir dos lanches grandalhões, a Sala Vip Pizza & Pasta funciona no mezanino como um misto da pizzaria Sala Vip e do restaurante italiano Nico Pasta & Basta, ambos com matriz no Ipiranga. O cardápio reúne massas mais triviais, caso do nhoque caprese com tomate, mussarela de búfala e manjericão (R$ 28,00) e discos em tamanho individual (mussarela; R$ 25,00). O prato do dia, que pode ser um galeto ou contrafilé mais arroz, feijão, fritas e salada, custa R$ 29,00.   

Elídio Bar - Mercado Municipal
Elídio Bar: balcão de acepipes concorrido no mezanino (Foto: Divulgação)

DOCES ÁRABES

Também dá para adoçar o dia na Tio Ali Árabe, banca especializada em produtos do Oriente Médio. Ficam expostos em uma vitrine guloseimas de sotaque libanês como ninho de nozes, baklawa de pistache e ataif, entre outras variedades. A unidade em tamanho grande custa R$ 3,50. Para montar uma bandejinha com dez docinhos pequenos, pagam-se R$ 8,00.

Fonte: VEJA SÃO PAULO