TV

Cake Boss deve abrir loja em São Paulo em novembro

Buddy Valastro desembarcou no Aeroporto de Guarulhos na manhã desta quarta (1º); chef fica um mês no Brasil para a gravação de seu novo reality show

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Cake Boss
Cake Boss chega a São Paulo: chefe foi cercado pelos fãs no Aeroporto de Guarulhos (Foto: Ana Carolina Soares)

Primeira loja do chef Buddy Valastro fora dos Estados Unidos, a filial da Carlo’s Bakery em São Paulo deve ser inaugurada em novembro. A informação foi divulgada na manhã desta quarta (1º) durante o desembarque de Cake Boss no Aeroporto de Guarulhos.

+ Buddy Valastro morará um mês em São Paulo

O voo de Nova York para o Brasil com o astro chegou às 8h55. Entretanto, ele só conseguiu aparecer na área de desembarque às 10h22. Cercado por admiradores, ele foi atencioso e parou para tirar fotos com os fãs. “Viajo muito pelo mundo, mas nunca conheci um país mais carinhoso que o Brasil.”

Cake Boss
Buddy Valastro ficará em São Paulo por um mês: ele vai gravar na cidade seu novo reality show (Foto: Ana Carolina Soares)

+ Além de confeitaria, Cake Boss pretende abrir restaurante na cidade

Cake Boss está em São Paulo para as gravações de seu novo reality show da Record: Batalha dos Confeiteiros Brasil. O programa, um formato da Discovery e produzido pela Endemol Shine Brasil, deverá estrear no final de setembro. Para esse trabalho, o astro vai morar um mês na cidade de São Paulo.

Cake Boss
Buddy Valastro no Aeroporto de Guarulhos: voo de Nova York para o Brasil chegou às 8h55 (Foto: Ana Carolina Soares)

Batalha dos Confeiteiros Brasil, versão de Next Great Baker, exibido no TLC, mostrará uma acirrada competição entre talentosos confeiteiros do país. Buddy colocará à prova as habilidades dos participantes para definir aquele que vai administrar a primeira loja Carlo’s Bakery no Brasil. “Procuro um líder.”

+ Confira as principais notícias da cidade

A atração será exibida às quartas à noite na Record, com reapresentação no canal Discovery Home & Health, às terças.

Fonte: VEJA SÃO PAULO