Eleições

Jornais no mundo destacam vitória apertada de Dilma sobre Aécio

Imprensa internacional noticiou o clima quente da campanha e as denúncias de corrupção

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Le Monde
(Foto: Reprodução/ Le Monde)

A reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) neste domingo (26) foi destaque na imprensa internacional. Os principais jornais do mundo noticiaram a vitória apertada da petista sobre o seu adversário Aécio Neves (PSDB): 51,64% dos votos válidos contra 48,36%.do tucano. O clima de tensão na campanha, as denúncias de corrupção no governo, os desafios econômicos e até a hostilidades entre os eleitores dos candidatos viraram notícia. 

Confira a seguir a repercussão da eleição pelo mundo:

Financial times
(Foto: Reprodução/Financial Times)

O britânico Financial Times afirma que Dilma terá a tarefa de unir um país dividido pela campanha mais agressiva dos últimos tempos e ressucitar a economia. 

 

NYT
(Foto: Reprodução/New York Times)

"Brasil fica com Dilma após campanha turbulenta", informou o americano  New York Times. O jornal destacou que a campanha foi recheada de denúncias de corrupção e insultos pessoais entre os candidatos. 

 

El País
(Foto: Reprodução/Site El País)

O espanhol El País destacou a  declaração da presidente reeleita: "Não creio que as eleições tenham dividido o país."

 

The guardian
(Foto: Reprodução/The Guardian)

O inglês The Guardian  afirma que a dominação de mais de uma década por partidos de esquerda na América do Sul segue com a derrota de Aécio Neves. 

 

Washigton Post
(Foto: Reprodução/The Washington Post)

O Washington Post destacou que Dilma Rousseff foi reeleita por um triz no segundo turno, em uma das disputas mais agressivas da história recente do país. 

 

Le Monde
(Foto: Reprodução/ Le Monde)

Em sua reportagem, o francês Le Monde reproduziu o discurso da vitória de Dilma Rousseff que pediu "união" e "diálogo". A publicação destacou a derrota de Dilma em São Paulo, o maior colégio eleitoral do país. 

 

Clarín
(Foto: Reprodução/Clarín)

O argentino Clarín escreveu que a vitória da  ex-guerrilheira Dilma Rousseff  foi confirmada após uma campanha cansativa, pontuada por reclamações e denúncias. O jornal destacou ainda os atritos entre os apoiadores de Dilma e Aécio nas ruas e redes sociais. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO