Cinema

Japão é retratado nas telas em quatro longas

Do entreguerras aos dias atuais, diferentes registros do país

Por: Redação Veja São Paulo

Uma Família em Tóquio
Cena de "Uma Família em Tóquio" (Foto: Divulgação)

✪✪✪ Uma Família em Tóquio: A versão atualizada para os dias de hoje do clássico Era uma Vez em Tóquio (leia abaixo) ocupa as sessões das 14h e 21h no CineSesc. Nela, um casal de idosos vai visitar os três filhos, que moram na capital japonesa. Com o passar dos dias, os pais sentem o peso da indiferença.

Era Uma Vez em Tóquio
Cena de "Era Uma Vez em Tóquio" (Foto: Divulgação)

✪✪✪ Era uma Vez em Tóquio: Realizado em 1953, o drama em preto e branco do diretor Yasujiro Ozu (1903-1963) foi precursor ao enfocar a trajetória de dois sessentões em Tóquio e o encontro deles com filhos muito ocupados. A fita segue às 16h50, no CineSesc, e faz dobradinha com a refilmagem Uma Família em Tóquio.

Pais e Filhos
Cena de "Pais & Filhos" (Foto: Divulgação)

✪✪ Pais & Filhos: Uma troca de bebês na maternidade detona conflitos sentimentais em duas famílias. Em cartaz desde o fim de 2012, o longa-metragem de Hirokazu Koreeda (Ninguém Pode Saber) vem arrancando lágrimas das plateias. Permanece no Reserva Cultural 4 e no Metrô Santa Cruz 2.

Vidas ao Vento
Cena de "Vidas ao Vento" (Foto: Divulgação)

✪✪✪ Vidas ao Vento: Hayao Miyazaki (A Viagem de Chihiro) deu uma declaração afirmando que este será seu último trabalho. Em pré-estreia no Espaço Itaú 1 e no Bourbon 10, a animação traz a história de um menino que, após a I Guerra, pretende ser designer de aviões. Quer, assim, seguir os passos de seu ídolo, o italiano Caproni.

Fonte: VEJA SÃO PAULO