Beleza

Grávida e bela

“Gestante não precisa esconder o corpo”, garante Isabella Fiorentino. Veja as 10 dicas da nossa colunista para driblar as camisetonas.

Por: João Batista Jr. - Atualizado em

Sandália gladiadora
Sandália gladiadora: opção fashion de rasteira (Foto: Carlos Cubi)

1. O ideal são as roupas que não apertem a barriga ou o estômago. Por isso, os vestidos de festa podem ser com modelagem tipo decote império. Ele dá sustentação aos seios e tem caimento solto – ou seja, não aperta a barriga. Além de tudo, é chique. Uso com o cabelo preso para valorizar o colo, que fica lindo na gravidez.

2. Vestidos do dia a dia podem ter as alças grossas. Uma de suas vantagens é esconder a alça do sutiã – que para as grávidas são mais estruturados mesmo e, por isso, mais grossos. O uso do sutiã é imprescindível.

+ Isabella Fiorentino: grávida de trigêmeos idênticos

+ Mais dicas no blog Todabella

3. Invista em caftãs, que são soltinhos e superchiques. Eles podem ser usados com um cinto fino, que fica logo abaixo dos seios, ou soltinho mesmo. Eu tenho usado os meus modelos da Neon, que adoro. Podem ser combinados com calças de tecido fino mais justas ao corpo. Aliás, os caftãs devem substituir as camisetonas — que não são elegantes em hipótese alguma.

 

Caftã
Caftã: curtos ou longos, entram no lugar das camisetonas com muito mais estilo (Foto: Carlos Cubi)

 

4. Aproveite e a moda da calça saruel, que é a coisa mais confortável para nós. Compre em uma cor neutra, para usar também depois da gravidez.

5. Abuse dos decotes que valorizam os seios (sem ficar vulgar, claro!). Decote em V (mas não profundo) contorna os seios na medida certa. Podem estar em blusas e também nos vestidos.

+ A consultora Claudia Matarazzo dá sugestões de presentes para o batizado

6. A moda romântica, que tem a saia longa soltinha ao corpo como uma grande vedete, nos ajuda muito. Vale usar tanto as de cores lisas quanto as estampadas. Compre modelos com elástico, para não apertar a barriga. Pode ser usada tanto para trabalhar quanto para ir ao restaurante com o marido.

7. Salto fino e acima de dez centímetros, nem pensar. Na verdade, nos primeiro seis meses pode usar em uma ocasião especial, como festa de casamento. E só. Recomenda-se usar sapatilhas – há opções de oncinha que estão na moda.

+ Dicas de beleza com Marco Antônio de Biaggi

8. No trabalho, prefira salto médio e grosso — de cerca de 7 centímetros. Eles precisam dar sustentação ao corpo da mulher. Os modelos de corda estão em alta. Outra coisa: salto agulha dá varizes, implacáveis na gravidez. Toda atenção é pouca. Também esqueça as plataformas ou as sandálias meia-pata, que não equilibram o nosso peso e a nova composição do corpo.

9. Sandálias rasteiras são as grandes aliadas. Os modelos na moda são as gladiadoras, tanto a preta quanto a marrom. Use com saia longa, com vestido, com caftã...

10. Bolsas grandes ficam deselegantes, pois a barriga já está grande demais. Além disso, sobrecarrega ainda mais a coluna. Opte por bolsas médias e de alças grandes. Não usa na transversal para não ficar feio nem carregue nada muito pesada. Leveza, por favor.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO