Polícia

Hopi Hari sofre segundo arrastão em menos de um mês

Cinco pessoas foram levadas à delegacia e, com eles, havia quinze celulares e 689 reais em dinheiro 

Por: VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Frequentadores do Hopi Hari, parque temático a 79 quilômetros de São Paulo, foram vítimas nesta quarta-feira (22) de um arrastão. É a segunda vez em menos de um mês que furtos em série acontecem no local.

+ Menina de oito anos aplica mais 5 000 trotes na polícia

Três suspeitos foram detidos e dois menores apreendidos e levados para a delegacia de Vinhedo. De acordo com a Folha de S. Paulo, os criminosos não tinham armas e usaram de força física para furtar os vistantes. Após serem identificados pelos seguranças do parque, os suspeitos foram abordados por policiais militares enquanto tentavam fugir em um ônibus de turismo. Com eles, havia quinze celulares 689 reais em dinheiro e um cartão de crédito.

+ Escocês é morto em bar na Zona Sul

A direção do parque nega que tenha havido um arrastão. Em nota, afirmou que recebeu informações de uma vistante sobre furto de pertences. "A equipe de segurança atuou na identificação dos cinco suspeitos e acionou a Polícia Militar que tratou o caso imediatamente, detendo os suspeitos e evidenciando o furto." Cerca de 4 000 visitantes estiveram na quarta no Hopi Hari.

Outro caso

No dia 24 de setembro, seis pessoas ficaram feridas após um arrastão no parque. Após receber oito chamados, a Polícia Militar foi ao local e apreendeu um menor de idade que participou dos furtos.

Fonte: VEJA SÃO PAULO