Vídeo

Assista aos bastidores da intervenção que grafitou buracos da capital

A iniciativa #buraqueira chama a atenção para a situação do nosso asfalto: será que assim os responsáveis vão enxergar o problema?

Por: Redação Vejasaopaulo.com - Atualizado em

Em uma metrópole com 11,8 milhões de habitantes e estorvos urbanos proporcionais ao seu gigantismo, do que os moradores mais se queixam? Em 2012, o Instituto Datafolha perguntou aos paulistanos qual o maior problema nas ruas onde vivem. A citação campeã não foi violência (14%), trânsito (12%), lixo espalhado (9%), apagões e outras falhas na rede elétrica (7%), excesso de barulho (6%) nem as enchentes (5%). A reclamação número 1, apontada por 18% dos entrevistados, foi a má conservação das vias.

Para abordar a questão, VEJA SÃO PAULO preparou uma ação inspirada em trabalhos internacionais. A revista mapeou cinquenta buracos na capital e se uniu a onze artistas, que, após reuniões frequentes na galeria A7MA, na Vila Madalena, e coordenados pelos curadores Binho Ribeiro e Jacqueline Prado, grafitaram os rombos das pistas a fim de chamar a atenção para a ineficiência do poder público.

Assista aos bastidores da intervenção artística acima.

Buraco Buraqueira 15
Grafite de Cusco na Rua Engenheiro Francisco Azevedo, no Sumarezinho (Foto: Mario Rodrigues)

Fonte: VEJA SÃO PAULO