Terraço Paulistano

Fluvia Lacerda: a guerra das gordinhas

Após criticar o mercado nacional para gordinhas, modelo é censurada no meio da moda

Por: Alvaro Leme - Atualizado em

Fluvia Lacerda ed 2172
Fluvia, na MANEQUIM: “Fui mal compreendida” (Foto: Carlos Bessa)

Modelos da categoria plus size — ou seja, de tamanhos a partir do 42 — têm descido a lenha na mais famosa representante da classe, Fluvia Lacerda. Radicada nos Estados Unidos, a moça esteve no Brasil em maio e criticou o mercado nacional de moda para gordinhas. “Foi feio ela dizer que, quando vem ao país, sente medo de perder a bagagem pois não teria onde comprar roupas boas”, comenta Andrea Boschim, cabeça de uma turma disposta a retaliar a top. A primeira medida foi classificá-la como persona non grata nos desfiles do Fashion Weekend Plus Size, focado em marcas GG, que rola no fim do mês. “Antes, ela era nosso sonho de consumo”, diz Andrea. E aí, Fluvia? “Não me lembro do convite, pois recebo muitos”, afirma ela, uma das estrelas da próxima edição da revista MANEQUIM. “Mas acho que fui mal compreendida.”

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO