Comidinhas

Flores na Varanda serve expressos Suplicy e tem agradável jardim na Vila Romana

Uma das dicas do cardápio é o bolo de cenoura lambuzado de chocolate meio amargo

Por: Helena Galante - Atualizado em

Flores na Varanda 2177
De encher os olhos: mesa externa sob jasmim-amarelo (Foto: Fernando Moraes)

Amigas desde o colégio, a psicóloga Maria Inês Costa e a psicopedagoga Deborah Panachão estão à frente do café Flores na Varanda, aberto em novembro na Vila Romana. Depois de uma reforma completa, o imóvel quarentão ganhou um jardim repleto de vasos floridos e árvores frutíferas, como uma jabuticabeira e uma cerejeira. Nos dias mais quentes, as mesas instaladas nessa área se mostram as mais atraentes. Se a temperatura despencar, procure abrigo no salão decorado com tijolos aparentes.

Da máquina italiana Cimbali saem aromáticos expressos (R$ 3,80 cada um). Preparados com grãos Suplicy, eles chegam acompanhados de água gaseificada e bolacha amanteigada. Coberto de leite vaporizado bem cremoso, o macchiato médio sai por R$ 4,50. No dia da visita, 15 de julho, a cozinha derrapou no preparo do waffl e finalizado por maple syrup (R$ 8,00), um melado típico do Canadá. A massa tinha as extremidades muito torradas. Saiu-se melhor a dupla de pães de queijo recheados de catupiry (R$ 2,70) e o bolo de cenoura lambuzado de chocolate meio amargo (R$ 4,00), feito lá mesmo.

Outra opção é o sanduíche de pão de miga, presunto, queijo mussarela e molho bechamel (R$ 19,00), apelidado de croque flores. Nos fins de semana, o bufê de café da manhã custa R$ 18,90 por pessoa. A partir das 19h30 de sábado, um pequeno palco recebe apresentações de música ao vivo.                                                                             

COMIDA ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪✪

Fonte: VEJA SÃO PAULO