Cidade

Secretário-geral da Fifa confirma Itaquerão pronto em 2013

Jeróme Valcke se acertou com Andrés e representantes da Odebrecht após polêmicas que colocaram em xeque a participação de São Paulo na Copa de 2014

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

jerome(1)
O secretário-geral da Fifa, Jeróme Valcke (de paletó escuro), confirmou participação de São Paulo na Copa 2014 (Foto: Reprodução / Twitter)

O secretário-geral da Fifa, Jeróme Valcke, postou em sua conta no Twitter nesta quarta (15) que selou um acordo com o Corinthians e dirigentes sobre a construção do Itaquerão, na zona Leste da cidade, e a participação de São Paulo na Copa do Mundo, muito questionada na última semana.

+ Dia da Independência Corintiana vira lei em São Paulo

No recado via redes sociais, o cartola revelou ter participado de uma reunião com Andrés Sanchez, Ronaldo e representantes da Odebrecht, na qual todas as partes concordaram em entregar o estádio finalizado em dezembro deste ano.

"Acordamos com Andrés Sanchez e o CEO da Odebrecht o prazo de dezembro de 2013 para a entrega da Arena São Paulo. São Paulo dará um bom exemplo", disse Valcke.

jerome
(Foto: Reprodução / Twitter)

Com esta declaração, Jeromé coloca fim a uma discussão que envolveu o time paulistano e os responsáveis pela construção do estádio do Corinthians, que haviam garantido a entrega apenas para 2014, devido a instalação das arquibancadas provisórias que acrescentariam 20 mil lugares ao projeto original.

Após a reunião, a Fifa divulgou uma nota confirmando o acordo para a entrega do Itaquerão em dezembro de 2013. Confira a íntegra:

Entrega da Arena de São Paulo confirmada para dezembro de 2013

A data de entrega da Arena de São Paulo, local do jogo de abertura da Copa do Mundo da FIFA 2014, foi confirmada para 31 de dezembro de 2013. O anúncio foi feito após uma reunião realizada nesta quarta-feira (15/5) entre o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke; o Comitê Organizador Local (COL), o CEO e presidente da construtora Odebrecht, Benedicto B. da Silva; e o representante do Corinthians para o estádio, Andrés Sanchez. O encontro aconteceu na sede do COL, no Riocentro, no Rio de Janeiro.

“Nós estamos muito satisfeitos com a reunião e com o fato de que foi possível dialogar frente a frente. São Paulo será um exemplo às outras cidades para entregar o estádio no prazo, em 31 de dezembro. A conversa com o Corinthians foi muito proveitosa já que nós dois entendemos que temos o mesmo objetivo, que é ter o estádio pronto”, afirmou o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, que acrescentou: “este é um projeto muito especial pelo legado que deixará na Zona Leste de São Paulo”.

“A reunião foi excelente. Houve um mal entendido, mas São Paulo e o Corinthians estão conscientes de sua responsabilidade. Eu sempre tive certeza de que nós iríamos organizar o jogo de abertura da Copa do Mundo da FIFA e agora eu tenho ainda mais certeza. O calendário acordado com a FIFA será respeitado”, disse Andres Sanchez.

“Nós chegamos a um acordo para garantir a entrega do estádio na maior cidade do Brasil no dia 31 de dezembro. Nunca houve qualquer dúvida sobre nossa capacidade em entregar a arena no prazo”, afirmou o CEO da Odebrecht, Benedicto B. da Silva.

O presidente do COL, José Maria Marin, demonstrou satisfação com a notícia recebida na véspera da reunião da diretoria do COL, que acontece nesta quinta-feira (16/5), no Rio de Janeiro.

“Estou muito contente com o resultado do encontro e com o compromisso de todas as partes para que São Paulo, assim como as outras sedes da Copa do Mundo da FIFA, entregue o estádio no prazo para garantir que organizaremos um grande evento em 2014”.

Fonte: VEJA SÃO PAULO