publicidade

Faça você mesmo

Festa infantil em casa: qual a melhor data e horário

Dicas para não errar na hora de agendar a celebração dos pequenos

24.abr.2012 | Atualizada em 27.abr.2012 por Anna Carolina Oliveira e Taís Hirata

A primeira coisa a se levar em consideração na hora de organizar uma festa infantil é o dia da comemoração e o horário. Uma escolha errada, nesse caso, pode representar poucos convidados presentes.

+ Como fazer uma festa infantil em casa

Veja abaixo como agendar a festa perfeita:

O dia certo

Se seu filho faz aniversário entre segunda e sexta-feira, o ideal é transferir a festa para o final de semana, o que possibilita que um maior número de amiguinhos compareça. Outro caso em que é melhor mudar a data da comemoração são feriados estendidos.

Se o aniversário for durante as férias escolares, é preciso avaliar o perfil da festa. Se for para a família, pode ser na própria data, mas se a ideia é chamar os amiguinhos da escola, é melhor adiar a comemoração para a volta às aulas. “O que não pode é frustrar a criança”, afirma Letícia Alencar, organizadora de eventos.

O melhor horário

Para comemorações com crianças, festas durante o dia são as mais tradicionais. Para quem quer comemorar à noite, Letícia sugere uma festa do pijama com os amigos mais próximos. Outra alternativa é fazer um café da manhã, das 10h às 14h, com um brunch caprichado: pães e frios diversos, bufê de omelete ou tapioca, quiches e muitos sucos.

+ O que servir na festa?

+ Dicas de decoração para sua festa

Quando acabar a festa

A duração em bufês é de normalmente quatro horas. De acordo com Juliana Pagano, do Espaço Pindorama, a escolha “não é aleatória, é um bom tempo”. No entanto, afirma que a grande vantagem da festa em casa é poder adaptá-la ao horário mais adequado ao aniversariante. “Por exemplo, quando a criança dorme na hora do almoço. O ideal é fazer a festa depois do seu soninho”, recomenda Juliana. Lembre-se também de que comemorações com maior duração devem ter quantidades maiores de comida. Caso a mãe queira encerrar a festa, o código universal de cantar “Parabéns” costuma ser respeitado.

publicidade

Ateliê Sustenta Capão
X

Avaliação de VEJA SP

Não foi avaliado

Avaliação de VEJA SP

Péssimo

Avaliação de VEJA SP

Fraco

Avaliação de VEJA SP

Regular

Avaliação de VEJA SP

Bom

Avaliação de VEJA SP

Muito bom

Avaliação de VEJA SP

Excelente

Avaliação dos usuários

Ainda não foi avaliado

Avaliação dos usuários

Péssimo

Avaliação dos usuários

Fraco

Avaliação dos usuários

Regular

Avaliação dos usuários

Bom

Avaliação dos usuários

Muito bom

Avaliação dos usuários

Excelente

Avaliação do usuário

Péssimo

Avaliação do usuário

Fraco

Avaliação do usuário

Regular

Avaliação do usuário

Bom

Avaliação do usuário

Muito bom

Avaliação do usuário

Excelente

Péssimo

Fraco

Regular

Bom

Muito bom

Excelente

Comente

Envie por e-mail