Micareta

'Estilos diferentes fortalecem o cenário musical', diz Sorocaba

Donos de alguns dos maiores hits sertanejos, dupla que se apresenta no Carnafacul diz que já frequentou muita micareta e que ser a única atração do gênero não incomoda

Por: Juliene Moretti

Fernando e Sorocaba
Fernando & Sorocaba: sertanejo universitário invade o Carnafacul (Foto: Divulgação)

"As mina pira, pira / Toma tequila, sobe na mesa / Pula na piscina...". Quem frequenta o meio sertanejo universitário facilmente reconhece estes versos e seus autores, Fernando & Sorocaba, donos de alguns dos maiores hits do gênero que sobem num trio elétrico neste sábado (18), como atração do Carnafacul, no Anhembi. Com novo álbum sendo lançado, Homens e Anjos, a dupla apresentará a nova canção O que 'cê' vai fazer?, faixas dançantes como Paga Pau, Tô passando Mal e É tenso e faz mistério sobre o recém-lançado single Imagina na Copa.

É pegando carona em "memes" da internet, bordões e expressões populares, que a dupla vem se destacando num estilo em que novos hits pipocam a cada dia. E é no repertório recheado de sucessos populares que eles apostam para empolgar o público ao lado de artistas como Naldo, Banda Eva e Tuca Fernandes. "Posso dizer que será uma parte muito importante. Mas o que muda mesmo é que o show será em cima de um trio elétrico", diz Sorocaba.

Acostumada a misturar covers de Roberto Carlos, Chitãozinho & Xororó e até o próprio Naldo nos shows, a dupla não se intimida por ser a única atração sertaneja na micareta. "Colocar sertanejo, funk e pagode em um mesmo ambiente só fortalece o cenários musical", diz Sorocaba. "Nós somos muito ecléticos, ouvimos de tudo. E sempre procuramos tirar um pouco de cada estilo nas nossas composições", completa Fernando.

Além disso, confessam, os dois já foram a muitas micaretas antes da fama, mas afirmam que ficou difícil de acompanhar com a maratona de shows. "Eu sempre gostei, na época da faculdade ia bastante a baladas e shows. O Fernando também. Hoje em dia a balada e o show viraram a nossa segunda casa", conta Sorocaba.

Fonte: VEJA SÃO PAULO