No Sesi

Exposição retrata a cultura e o cotidiano inglês dos últimos 80 anos

Mostra que começa nesta terça (25) reúne 240 imagens de 36 fotógrafos britânicos

Por: - Atualizado em

FOR PRESS ONLY Anna Fox Untitled [2]
Foto da série "Postos de Trabalho", de Anna Fox é uma das 240 imagens da mostra que começa nesta terça-feira (25) (Foto: Divulgação)

Estreia, nesta terça (25), na Galeria de Arte do Sesi-SP,  a exposição “Observadores: Fotógrafos da Cena Britânica Desde 1930 Até Hoje”. Parceria entre o Sesi e o British Council, esta é a primeira e maior mostra já vista na América Latina que traça um perfil da fotografia britânica nos últimos 80 anos.

Com curadoria de João Kulcsár e Martin Caiger-Smith, a exibição cobre desde os novos rumos fotográficos, na década de 1930, até a fotografia contemporânea.

São 240 imagens – selecionadas de acervos como Tate Gallery, National Portrait Gallery, British Council Collection, Arts Council Art Collection e Bolton Museum – de 36 fotógrafos que voltaram suas lentes para a cultura, os costumes e as pessoas da Grã-Bretanha.

A mostra – que é grátis – é focada na tradição da prática documental presente na fotografia produzida no Reino Unido, e revela quase um século com imagens captadas no universo analógico e na era digital, retratando uma época que viu o nascimento da televisão, do cinema falado e da circulação em massa de jornais e revistas.

Os trabalhos exibidos vão desde a cena urbana até a alta sociedade, passando pelo realismo subversivo e corajoso da cultura de rua inglesa.

Entre os influentes fotógrafos que assumiram uma postura voyer diante de seu próprio país, seja por nascimento ou pela longa estadia, estão Bill Brandt, Martin Parr, Wolfgang Tillman e Keith Arnatt.

Fonte: VEJA SÃO PAULO