Gente

Luciano Huck e Angélica relatam os momentos de pânico no acidente

Apresentadores falaram pela primeira vez sobre o caso; comentário de repórter do Jornal Nacional repercute na internet

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Luciano Huck e Angélica
Os apresentadores Luciano Huck e Angélica falaram pela primeira vez sobre o acidente (Foto: Reprodução TV)

Luciano Huck e Angélica falaram pela primeira vez após o acidente de avião desse domingo (24). Antes de deixarem o hospital Albert Einstein na noite desta segunda (25), os apresentadores conversaram com o repórter José Roberto Burnier, do Jornal Nacional. Eles relataram detalhes do pouso forçado perto de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

+ Luciano Huck e Angélica recebem alta do hospital Albert Einstein

“Foi um milagre porque tudo quebrou, menos a gente. Eu ainda não consegui dormir porque eu fecho o olho e fico vendo tudo de novo”, disse Angélica. “As cenas são muito reais, muito fortes, nunca tinha tido uma cena recorrente que você fecha o olho e vê ela”, declarou Huck.

+ “Luciano e Angélica receberam um presente lá de cima”, diz Otávio Mesquita

O apresentador contou detalhes do acidente: "Eu gosto de aviação. Olhei, o piloto estava mexendo na bomba de combustível. Eu olhei o painel, vi que um motor estava apagado. Só posso agradecer, ele salvou a todos nós."

+ Luciano Huck: "Foi um milagre, renascemos"

Para Angélica, o momento foi de pânico. "Quando olhei, um dos lados apagou e o avião embicou. Eu olhei para ele (Huck), eu vi que a gente estava caindo e meu filho gritava muito: ‘Eu não quero morrer’. Eu entrei em pânico."

+ "Foram dez minutos de pânico", diz piloto de avião

No final da entrevista, o repórter José Roberto Burnier brincou com Angélica, dizendo: “Na próxima, vai de táxi". A atitude foi criticada nas redes sociais. No Twitter, alguns internautas fizeram comentários como: "Não creio que o repórter fez a piada do táxi", "Não acredito que ele falou isso” e “Esse cara não consegue mais sentir".

Fonte: VEJA SÃO PAULO