justiça

Em enquete, maioria vota a favor da redução da maioridade penal

Votação foi ao ar na semana em que o estudante Victor Hugo Depmann foi morto durante assalto, no bairro do Belém; suspeito tem 17 anos 

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

victorhugodepmann
Estudante Victor Hugo Depmann, morto em assalto na porta de casa, no Belém (Foto: Renato Ferreira / Veja São Paulo)

A morte do estudante Victor Hugo Depmann, de 19 anos, no último dia 9, suscitou a discussão sobre a maioridade penal. Aluno de Rádio e TV da Faculdade Cásper Líbero, ele foi morto com um tiro na cabeça no portão do edifício onde morava, no bairro do Belém (Zona Leste). O suspeito, que se apresentou à polícia no dia seguinte, tem 17 anos.

Em enquete realizada entre os dias 11 e 15 de abril, a maioria votou favorável à redução da maioridade penal. A opção foi escolhida por 92% dos participantes, enquanto apenas 8% (80 votos) se posicionaram contrários.

Mãe de Victor Hugo, a  advogada trabalhista Marisa Rita Riello Depmann disse que lutará pela redução da idade limite para que jovens sejam considerados responsáveis por um crime. No Reino Unido, a maioridade penal é de 12 anos. Na Holanda, 14. Em países como Portugal, Bélgica e Chile, um adolescente de 16 anos que cometer um crime vai para a cadeia comum. 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO