Passeios

Dia das Crianças: cinco oficinas

Saiba quais são as melhores opções para os pequenos

Por: Bruna Gomes, Clara Nobre de Camargo e Miguel Barbieri Jr. - Atualizado em

Chocomundo
(Foto: Divulgação)

Oficinas de ioiô e de pipas estão na programação

+ Dia das Crianças: atrações para aproveitar a data

  • Parques

    Chocomundo

    Avenida Paes De Barros, 778, Mooca

    Tel: (11) 2466 4540 ou (11) 2601 0055

    2 avaliações

    Nos fundos da filial da Mooca da rede de lojas fica uma espécie de parque temático. O espaço recebe apenas escolas durante o ano letivo, mas abre para o público nas férias. Neste mês de julho, visitantes a partir dos 3 anos aprendem sobre a história da guloseima, desde como era a produção do cacau pelos maias e astecas até a chegada do produto à Europa. No fim do passeio de aproximadamente duas horas, a criançada aprende a moldar bombons e, é claro, experimenta o que foi produzido. Atenção para não perder a viagem: é necessário reservar a vaga pelo telefone. Até 2/8/2016.

    Saiba mais
  • Resenha por Bruna Gomes: Instrutores do Programa Curumim ensinam a construir brinquedos com tecido, cola, areia, bolinha de gude e papelão. No final, a garotada brinca à vontade com suas criações. Recomendado a partir de 4 anos. Vinte vagas por turma. Acontece nos dias 12, 15 e 16/10/2011.
    Saiba mais
  • Resenha por Bruna Gomes: Nesta oficina de ioiô, a garotada pode montar, pintar e aprender técnicas para se divertir com o brinquedo. São trinta vagas. Acontece nos dias 11, 12, 15 e 16/10/2011.
    Saiba mais
  • Resenha por Bruna Gomes: Papel de seda, varetas, linha e cola são os materiais utilizados nesta oficina para quem quer aprender a fazer pipas. Trinta vagas. Acontece nos dias 12, 14 e 15/10/2011.
    Saiba mais
  • Resenha por Bruna Gomes: Nesta oficina, o professor Marcelo Jabu ensina a construir brinquedos de papel como pião e barangandã, aquela fita parecida com a que os atletas usam na ginástica artística. Depois a criançada cai na farra. São quarenta vagas. Acontece dia 12/10/2011.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO