Especial

O auge de Elis

Como a Pimentinha emocionou a plateia do antigo Teatro Bandeirantes com seu dramático "Falso Brilhante", em 1975

Por: Daniel Bergamasco, Mariana Barros, Rachel Verano, e Maurício Xavier [colaboraram Ricky Hiraoka, Carolina Giovanelli e Arnaldo Lorençato] - Atualizado em

Falso Brilhante Elis Regina - Especial 459 anos
A Pimentinha em "Falso Brilhante": espetáculo no mesmo teatro onde a cantora seria velada, anos depois (Foto: Kenjo Honda/AE)

Nascida em Porto Alegre, Elis Regina consagrou-se como uma das maiores cantoras do país em São Paulo, para onde se mudou em 1964. Aqui, protagonizou o emblemático espetáculo Falso Brilhante. Na superprodução de toques teatrais e circenses, que estreou em 1975, apresentava 42 canções, a exemplo de Como Nossos Pais e Fascinação. A peça ficou em cartaz durante catorze meses, com a marca de 257 apresentações e 280.000 espectadores, no Teatro Bandeirantes, situado à Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 1411. Hoje, funciona ali um templo da Igreja Universal do Reino de Deus. O corpo de Elis seria velado no mesmo teatro, em janeiro de 1982, com a presença de 25.000 pessoas.

+ Confira mais curiosidades em nosso mapa interativo da cidade

+ Aconteceu bem aqui: curiosidades que marcaram os 459 anos da metrópole

Fonte: VEJA SÃO PAULO