Educação

Cultura entre cobras: Centro de Difusão Científica do Instituto Butantan

Ambiente contará com cinema 3D e espaço para exposições

Por: Filipe Vilicic - Atualizado em

Visitar aranhas, sapos, lagartos, escorpiões e, é claro, cobras do Instituto Butantan é um programaço para quem curte ciências, meio ambiente ou simplesmente bichos que não se enquadram na categoria fofura. A partir de quinta (21), com a abertura de seu Centro de Difusão Científica, esse passeio estará mais completo. O novo espaço terá duas áreas para exposições e um cinema 3D com setenta lugares. Até julho, deve ganhar uma livraria, uma loja de presentes e uma cafeteria. "Queremos que as famílias tenham por hábito vir aqui no fim de semana para assistir a um filme, por exemplo", propõe Otavio Azevedo Mercadante, diretor do Instituto Butantan. Estima-se que 70% do público esperado ? cerca de 7 000 pessoas por semana ? seja de jovens. "Além de atrairmos pesquisadores, esperamos despertar a vontade de aprender nas crianças", diz Mercadante.

O centro cultural ocupa um terreno de 2 000 metros quadrados. Três patrocinadores investiram 1,3 milhão de reais no projeto, idealizado por quatro alunos e três professores da faculdade de arquitetura da Faap. A equipe concebeu dois pavilhões e duas praças para receber lançamentos de livros, palestras, oficinas e mostras de arte. "Tivemos como desafio restaurar e modernizar duas construções deterioradas, antes sedes de uma marcenaria", conta o professor Munir Buarraj. Um edifício de tijolos e um paiol de madeira, ambos da década de 30, foram reformados.

Abrem a programação uma exposição com oitenta fotos da revista GEO, presente em 21 países, e os dois primeiros episódios da animação Expedição Butantan, exibida no cinema. O desenho em 3D, criado para o instituto, narra as aventuras de três crianças, um expedicionário e um cientista em viagens pelo Brasil. "A história ensina valores como sustentabilidade e revela o patrimônio biológico do país", diz Luiz Felipe Moura, diretor e roteirista do filme. Ainda neste mês deve entrar em cartaz o desenho animado Os Nutrisons, sobre dois surfistas cariocas que usam de conhecimentos de nutrição para sobressair em campeonatos. A exposição Vital Brasil ? A Vida e a Obra, com objetos que contam a trajetória do médico imunologista brasileiro, está programada para julho.

Centro de Difusão Científica. Instituto Butantan. Avenida Vital Brasil, 1500, Butantã, Tel. 3726-7222 (ramal 2206). 9h/16h30 (ter. a dom.). Grátis. www.butantan.gov.br.

Fonte: VEJA SÃO PAULO