Food Truck

Conexão Nova York-Paris

As principais capitais gastronômicas do mundo abraçaram a cultura do food truck e levaram a comida de rua a uma nova era

Por: - Atualizado em

Clássico Cheese Salada 01
(Foto: Divulgação)

Foi-se o tempo em que comida de rua era sinônimo de carrinho de cachorro-quente e pipoca. Em Nova York, os food trucks estão cada vez mais equipados e contam com ingredientes como lagosta e churrasco coreano. Cerca de 80 caminhões estão espalhados pela cidade e, como mudam de localização com frequência, os chefs lançam mão da tecnologia das redes sociais, como Facebook e Twitter, para avisar aos clientes onde estarão os trucks.

Há também dois aplicativos para smartphone que ajudam a localizar os food trucks na cidade que nunca dorme. O Tweat.it (gratuito) reúne os updates no Twitter dos caminhões. Já o app da New York Street Food (US$ 0,99) mostra onde estão as “barraquinhas” e vai além: indica, até mesmo, onde os clientes podem se sentar para comer.

Até a capital da França, conhecida pela gastronomia requintada, rendeu-se aos food trucks. Um dos primeiros a chegar em Paris, em 2009, foi o Le Camion Qui Fume, da californiana Kristin Frederick, que estudou gastronomia na cidade e prepara hambúrgueres gourmets. Um dos mais conhecidos, o campagne, leva cogumelos selvagens e queijo gruyère. Outro californiano também faz sucesso pelas ruas da cidade luz,o Cantine Califórnia, que oferece um cardápio bem típico da costa do Pacífico, com tacos, cupcakes e milkshakes. Inusitado, mas caiu no gosto dos parisienses – e dos turistas – que circulam pelas redondezas do Louvre.

Venha experimentar as comidas de rua no Food Truck da Casa Cor e interaja conosco nas redes sociais de Veja São Paulo usando a #foodtruckvejasp. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO