Clima

Chuvas causam o caos no trânsito e deixam um morto na capital

Índice de congestionamento beirou os 300 quilômetros e houve 25 pontos de alagamento 

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Por volta das 20h30 desta quarta (25), o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) tirou a cidade do estado de atenção para alagamentos. Algumas regiões estavam em observação desde às 15h30, quando uma forte chuva começou a cair sobre a capital.

+ O que acontece de mais importante na cidade

Os bairros mais atingidos foram Mooca, Ipiranga, Vila Prudente e centro. A Zona Oeste também foi castigada com enchentes na Rua Turiassú e no Elevado Costa e Silva. Uma morte foi registrada em Higienópolis – um homem de 47 anos foi eletrocutado ao sair de seu carro na Rua Tupi.

Chuva
Carro do homem que morreu em Higienópolis (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Quedas de granizo foram registradas nos bairros de Vila Matilde, Ipiranga, Consolação e Vila Maria. O Rio Tamanduateí transbordou na região do Mercado Municipal e o Córrego da Mooca alagou a Avenida Luiz Inácio de Anhaia Melo. Ao todo, 25 pontos de alagamento causaram o caos no trânsito, que beirou os 300 quilômetros de congestionamento.

Quem usa transporte público enfrentou muitas dificuldades com paralisações nas linhas Turquesa e Rubi, da CPTM, que tiveram seus trilhos alagados. Elas seguem operando com velocidade reduzida. No metrô, todas as linhas, exceto a Amarela, também funcionaram com velocidade mais baixa no fim de tarde.

Nesta noite, segundo o CGE, as condições para chuva seguem, porém com fraca intensidade. Amanhã pode chover novamente entre o fim da tarde e a noite. As temperaturas devem ficar entre 20 e 32 graus. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO