Comportamento

Casal de lésbicas denuncia homofobia em restaurante no Itaim

Segundo jovens, garçom e gerente do La Pasta Gialla afirmaram que outros clientes poderiam se incomodar com troca de afeto

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

Pasta Gialla
Restaurante La Pasta Gialla: denuncia por homofobia (Foto: Reprodução)

O casal Maria Cecília Leite e Laura Audi, ambas de 20 anos, tornou-se mais uma vítima de homofobia em São Paulo. O caso aconteceu no restaurante La Pasta Gialla, no Itaim Bibi. As duas deram selinhos, como qualquer casal de namorados, e estavam de mãos dadas quando o garçom as abordou e disse que as pessoas que frequentavam o restaurante poderiam se ofender. "Perguntamos se algum cliente havia reclamado e o garçom respondeu que não, mas que “se ouviam comentários sobre um casal homossexual'", diz Maria.

Casal de lésbicas afirma ter sido vítima de homofobia e agressão

Após comentários homofóbicos, Levy Fidelix é criticado nas redes sociais; confira

Segundo o casal, a gerente também se mostrou indiferente e disse que "cada um tem a sua opinião" e que "as pessoas se incomodam com a presença de homossexuais". "O que nos incomodou foi que a discriminação veio debaixo de um discurso educado e natural, como se fosse óbvio que havíamos errado", afirma Maria.

Casal gay é o primeiro de SP a celebrar união após decisão do CNJ

Ação

Com a ajuda da mãe de Maria e de dois advogados, elas fizeram uma denúncia de conduta homofóbica na Secretaria de Justiça, uma queixa-crime contra o garçom e a gerente por injúria e pediram a instauração de um inquérito policial. "Esse também é um tipo de violência", diz o advogado criminal do casal, Marcelo Feller.

A rede de restaurantes afirma ter recebido a informação com surpresa. "Em 13 anos de La Pasta Gialla, nunca ouvimos falar de um caso sequer parecido", disse, em nota. "O posicionamento transmitido é que é vetado qualquer tipo de discriminação contra cor, raça e orientação sexual." O restaurante ainda disse que, embora não tenha recebido notificação judicial, está apurando o caso com o máximo rigor. (Com Estadão Conteúdo)

+ Confira as últimas notícias

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO