Opinião do leitor

Cartas da edição 2429

Por:

Capa - edição 2428
(Foto: Paulo Lopes/Futura Press)

› Forever 21

Da primeira vez que fui a um estabelecimento da marca, durante uma viagem a Orlando, na Flórida, não gostei muito. Mas a loja do Shopping Anália Franco, aqui na capital, me surpreendeu (“Fenômeno fast-fashion”, 3 de junho). Tem peças bacanas, muita variedade e qualidade boa. Por outro lado, não podemos comparar os preços daqui com aqueles praticados nos Estados Unidos. Os impostos no Brasil são absurdos.

Luciane Russo Maiolo

Não entendo a movimentação em torno da Forever 21. Estive lá na inauguração da primeira unidade e achei-a uma loja de departamentos igual às outras.

Alexandre Fontana

› Motos

São ações como a da polícia no comércio ilegal de peças e veículos do centro que ajudam a combater o crime (“Cerco à boca das motos”, 3 de junho). É importante, porém, conscientizar as pessoas a não comprar produtos roubados. Isso, com certeza, reduziria as ocorrências.

Alexandre Reis

› Terraço

Se for possível acreditar na intenção do candidato a vereador Chiquinho Scarpa de não roubar, já será um diferencial (“A plataforma do caviar na Câmara”, 3 de junho). Mas convenhamos: numa cidade com tantas mazelas, é muito pouco.

Abel Pires Rodrigues

› Paulistana Nota Dez

Tenho orgulho de trabalhar e fazer parte da Unibes (3 de junho). Parabéns pelos seus 100 anos em prol do bem comum.

Antonio de Pádua Peixoto

› Ivan Angelo

Sempre que visito museus, eu também penso nos artistas que criaram as obras e em suas condições de vida (“O autor se revela”, 3 de junho). Grata por ajudara organizar os meus pensamentos.

Sandra Marcondes

Fonte: VEJA SÃO PAULO