Mobilização

São Paulo lança campanha contra violência

Em parceria com o Ministério Público, iniciativa quer evitar mortes por motivos fúteis

Por: Redação Veja São Paulo

anderson-silva-campanha
O lutador Anderson Silva é um dos garotos propaganda da nova campanha contra violência. (Foto: Divulgação)

O estado de São Paulo aderiu nesta segunda-feira (27) à campanha Conte até 10. Idealizada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), a iniciativa tem como objetivo estimular a reflexão sobre homicídios que acontecem por motivos fúteis.

Brigas de trânsito, discussões entre vizinhos, desentendimentos em bares foram algumas das razões para quase 50% dos assassinatos em alguns estados do país nos anos de 2011 e 2012.

Na última quinta-feira (23), três pessoas morreram em Santana de Parnaíba após uma briga entre vizinhos. O empresário Vicente D'Alessio Neto, de 62 anos, atirou no casal Fábio de Rezende Rubim, 40 anos, e Miriam Amstalden Baida, 38 anos, e depois se matou. Eles brigavam há cerca de um ano por causa de barulho.

cigano-campanha
Júnior Cigano também está na campanha. (Foto: Divulgação)

Para a campanha, o CNMP convidou ícones de esportes de combate. Do MMA, os campeões Anderson Silva e Júnior Cigano foram chamados. Do judô, os atletas olímpicos Leandro Guilheiro e Sarah Menezes também participam.

judo-campanha
Os judocas campeões olímpicos Leandro Guilheiro e Sarah Menezes (Foto: Divulgação)

Em seu texto, a campanha pede que em momentos de raiva as pessoas parem e contem até dez. Um game online foi criado, além de cartazes e propagandas de televisão e rádio. A mensagem da campanha é: "valorize a vida acima de tudo. Ela é única. Conte até dez. A raiva passa. A vida fica".

Fonte: VEJA SÃO PAULO