Cinema

“Cabra Marcado Para Morrer” restaurado ganha exibição

Atração faz parte do festival É Tudo Verdade e contará com a presença de Eduardo Coutinho

Por: Redação VEJINHA.COM - Atualizado em

Cabra Marcado para Morrer
Cena de "Cabra Marcado Para Morrer": 17ª edição do festival É Tudo Verdade homenageia o cineasta Eduardo Coutinho (Foto: Divulgação)

Entre as diversas atrações do festival É Tudo Verdade, sem dúvida a mais importante é a exibição de “Cabra Marcado Para Morrer”. Haverá sessões neste sábado (31), às 14h na Cinemateca, e domingo (1º), às 17h no MIS. A cópia apresentada acaba de ser restaurada pela Cinemateca, que quase não terminou o trabalho a tempo.

+ Confira toda a programação de É Tudo Verdade 2012

Considerado um marco do documentário nacional, “Cabra Marcado Para Morrer” é um mergulho em dois tempos históricos. O filme começa em 1964, quando o cineasta Eduardo Coutinho começava a rodar uma ficção baseada em fatos reais sobre um líder camponês assassinado. Com o golpe militar, ocorrido em março daquele ano, as filmagens foram interrompidas. Quase 20 anos depois, o cineasta retornou às locações em busca dos atores com quem trabalhou e da viúva do trabalhador morto.

+ Fiesp realiza mostra com melhores filmes nacionais produzidos em 2011

Ambas as sessões deste fim de semana serão seguidas de debates com o realizador. As entradas são gratuitas e distribuídas com uma hora de antecedência. Concorridas, devem esgotar-se rapidamente.

+ Mazzaropi ganha homenagem pelos cem anos de nascimento

O festival É Tudo Verdade se encerra neste domingo.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO