Mistérios da Cidade

Cabine elevada da Polícia Militar deve entrar em operação em 2012

Movido a eletricidade, equipamento sobe a uma altura de 7 metros, possui ar-condicionado e comporta câmeras

Por: Mauricio Xavier [com reportagem de Daniel Salles, Giuliana Bergano e Isabella Villalba] - Atualizado em

Cabine elevada da Polícia Militar
Vigilância pelo alto: maior fiscalização de multidões em grandes eventos (Foto: Divulgação Polícia Militar de São Paulo)

Criada com o objetivo de melhorar a fiscalização de multidões em grandes eventos, uma cabine elevada foi testada pela Polícia Militar até o fim do ano passado (na foto, no GP Brasil de F-1, em Interlagos, em novembro). Movido a eletricidade, o equipamento sobe a uma altura de 7 metros, possui ar-condicionado e comporta câmeras. “Dentro dele, os policiais podem avistar ações suspeitas a até 70 metros de distância”, diz o capitão Samuel Robes Loureiro. Aprovada e devolvida ao fabricante para ajustes no começo do ano, a cabine pode entrar em operação em 2012.

Fonte: VEJA SÃO PAULO