Bichos

Dona de casa acusada de matar 39 animais aguarda julgamento

Dalva Lina da Silva teria sacrificado 35 gatos e 4 cachorros com injeção no coração; caso ainda está em fase de inquérito

Por: Carolina Giovanelli

Ariel - gato
Ariel, de 2 anos, é um dos sobreviventes da tragédia (Foto: Divulgação)

Em janeiro de 2012, a dona de casa Dalva Lina da Silva foi acusada de matar com uma injeção no coração 35 gatos e quatro cães, encontrados em sacos de lixo em frente à sua casa, na Vila Mariana. O chocante caso ainda está em fase de inquérito. Na época, a ONG Adote um Gatinho conseguiu a posse provisória dos oito felinos e um cachorro que estavam vivos dentro da residência.

Possivelmente, eles seriam as próximas vítimas. No último dia 4, a entidade obteve permissão para doar os animais — quatro já ganharam um lar. Entre eles, a fêmea Ariel (foto), de 2 anos. “Queremos a condenação da Dalva”, afirma Rodrigo Carneiro, advogado da ONG. “Só não temos esperança de que ela seja presa, pois a legislação prevê penas muito brandas nesse tipo de caso.”

O refúgio dos cães de Hebe

Habe - cães
Hebe e o greyhound Fendi, um de seus bichinhos (Foto: Divulgação)

Louis Vuitton, Pingo, Lupita e Fendi, das raças schnauzer e greyhound, seguem com a vida mansa mesmo depois de sua dona Hebe Camargo ter falecido, em setembro de 2012. Desde dezembro, eles vivem numa casa comprada por Marcello, filho único da apresentadora, em Santa Fé do Sul, cidade do interior a cerca de 630 quilômetros da capital. 

Os bichos tomam banho e fazem tosa todas as quintas-feiras num pet shop local, onde viraram celebridades — alguns moradores pedem para fazer foto com eles. “Uma funcionária nossa se mudou para a cidade para ser a babá exclusiva deles”, conta Claudio Pessutti, sobrinho de Hebe. Na partilha de bens, ele ficou com a mansão do Morumbi, onde toma conta de mais um cachorro, Atrium, além de três pássaros. “Minha tia tinha adoração por animais.”

Quer me adotar?

Jolie - coelho
Angelina Jolie, de 1 ano, está em busca de uma família (Foto: Fernando Moraes)

A coelhinha Angelina Jolie, de 1 ano, está em busca de uma família. Dócil, ela adora ficar no colo e tomar banho de sol. Entretanto, tem dificuldade em ser aceita por causa de uma deficiência nas pernas que dificulta seus movimentos. Além disso, não gosta da companhia de outros dentuços. Se quiser levar a peluda da raça lion head para casa, contate o grupo de proteção Adote um Orelhudo pelo e-mail adoteumorelhudosp@gmail.com. 

Fonte: VEJA SÃO PAULO