História

Jardins: a origem

Local foi o primeiro bairro sul-americano com o conceito de cidade-jardim

Por: Jéssika Torrezan

Jardins História 2223a
Rua Augusta com carpete no asfalto, em 1973: imagens dos Jardins antigo (Foto: Dedoc/Abril)

Conhecida como Jardins, a região formada por Jardim América, Jardim Paulista, Jardim Europa e Jardim Paulistano se desenvolveu na esteira da Avenida Paulista, que passou a abrigar casarões a partir de 1891.

+ Saiba mais sobre a história dos Jardins

O Jardim América foi o primeiro bairro sul-americano a seguir o conceito de cidade-jardim, em 1913. A ideia foi trazida pela firma inglesa Cia. City e sua concepção vinha na contramão de centros urbanos que já cresciam de forma desordenada. O projeto ficou a cargo do arquiteto inglês Barry Parker.

Desde o início, a área buscava atrair a elite paulistana, apostando nos terrenos espaçosos e loteamentos planejados. Traçados de ruas de acordo com a topografia local, praças em abundância, espaços dedicados ao lazer e à prática de esportes e padrões rígidos para a construção das casas, distantes umas das outras e com amplo recuo frontal, faziam parte de suas características originais — muitas delas mantidas até hoje. A iniciativa acabou se espalhando por outros locais da capital.

Bairros-jardim paulistanos

Alto da Lapa 1921

Pacaembu 1925

Butantã 1930

Alto de Pinheiros 1937

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO