Obituário

Avô de Sandy e Junior morre aos 87 anos de idade

Conhecido como Zé do Rancho, o cantor e compositor João Izidoro Pereira escreveu a letra da canção Abra a Porta, Mariquinha. Netos fizeram homenagem nas redes sociais

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

junior-lim-avo
Em homenagem ao avô, Junior Lima posta foto em rede social abraçado com Zé do Rancho (Foto: Reprodução Instagram)

O avô dos cantores Sandy e Junior Lima morreu aos 87 anos de falência de múltiplos órgãos, insuficiência respiratória e miocardiopatia dilatada (problema no coração) na tarde deste domingo (15).

+ Após 80 dias de internação, ex-modelo Loemy recupera autoestima e engorda 16 kg

Conhecido como Zé do Rancho, o cantor e compositor João Izidoro Pereira escreveu a letra da canção Abra a Porta, Mariquinha, que virou sucesso na voz dos netos.

Segundo a assessoria de imprensa de Sandy, o cantor morreu em São José do Rio Preto, interior de São Paulo. Deixou três filhos, cinco netos e três bisnetos.

O cantor Junior Lima usou as redes sociais para homenagear o avô. “Faleceu ontem um dos meus heróis de infância... E agora o céu está em festa! Tem violeiro da melhor qualidade chegando!!!”, escreveu ele, que também postou uma foto quando criança ao lado do avô.

“Dono de uma sensibilidade única, deixou sua marca na história da música brasileira. Ele viveu pra música. Descanse em paz, meu avô querido. Obrigado por tudo que você me ensinou! O 'Genaro, meu bem' original, João Izidoro Pereira (mais conhecido como 'Zé do Rancho')", completou. 

sandy-avo
Sandy divulgou imagens de shows com seu avô (Foto: Reprodução Instagram)

Sandy também demonstrou seu carinho em um post na internet com uma série de fotos ao lado do compositor. “Ele encantou tantas plateias com o seu dom... Dos 87 que viveu – muito bem vividos –, 71 foram dedicados à música, que, de todos os assuntos, era sempre o favorito. Ele amou e ensinou muito todos os seus filhos, netos e bisnetos. O legado é imenso, não só pra nós, mas pra todo Brasil. Quanto orgulho eu carrego no meu coração... E a saudade já quase não cabe em mim. Vô querido, todo o meu carinho, meu amor, meu respeito, minha música pra você. Descanse em paz", escreveu. 

O corpo de Zé do Rancho foi velado no fim da manhã desta segunda (16) no cemitério Jardim da Paz, em São José do Rio do Preto.

Fonte: VEJA SÃO PAULO