Protestos em SP

Apesar da redução, ato na Avenida Paulista está mantido para quinta

Agora, a intenção é comemorar a redução das tarifas do transporte público

Por: Marcus Oliveira - Atualizado em

manifestação avenida paulista - 17/5/2013 - quinto dia
Manifestantes foram às ruas para protestar contra o aumento (Foto: Filipe Araújo/Estadão Conteúdo)

Após o anúncio da redução do preço das passagens de trem, metrô e ônibus para R$ 3,00, os integrantes do Movimento Passe Livre (MPL) confirmam que o ato programado para esta quinta-feira (20) acontecerá ocorrer normalmente. A manifestação começa às 17h, na Praça do Ciclista, na Avenida Paulista.

Alckmin e Haddad anunciam redução das tarifas para R$ 3,00

Uma das líderes do MPL, Mayara Vivian afirmou que a revogação do preço da passagem foi uma grande vitória para o povo. Agora, a luta continua para conquistar outros objetivos. Os demais integrantes do movimento pretendem se reunir ainda nesta quarta-feira (19) para decidir os próximos passos do movimento.

De acordo com a Mayra, o objetivo do ato amanhã é apenas comemorar a redução. "Vamos nos reunir para definir como vamos continuar. Temos agora que pensar nos nossos companheiros que continuam detidos e respondendo por processos por conta das manifestações que já rolaram."

Comemoração

O anúncio da redução da tarifa foi feito no início da noite desta quarta (19) pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito Fernando Haddad (PT), no Palácio do Governo, sede do governo do estado.

Após o anúncio, muitos comemoraram a redução das tarifas. Na Avenida Paulista, cerca de 200 pessoas se reuniram perto do Masp por volta das 18h30. Nas redes sociais os internautas também comentaram a conquista.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO