Consumo

Anvisa proíbe venda de molho e extrato de tomate de cinco marcas

Foram encontrados pelos de rato em itens das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, e em um lote da Pomarola

Por: Estadão Conteúdo

Extrato de tomate elefante
(Foto: Divulgação)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização e a distribuição de quatro lotes de extrato de tomate das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, além de um lote de molho de tomate tradicional da marca Pomarola.

+ Residentes da Santa Casa ameaçam parar

A punição às cinco marcas se deu com base em laudos que detectaram "matéria estranha indicativa de risco à saúde humana" - no caso, pelo de roedor - acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente. As empresas terão de recolher os estoques dos produtos existentes no mercado.

+ Temperatura deve subir nos próximos dias

As decisões da Anvisa estão publicadas em resoluções no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 28.

A primeira refere-se ao lote L 076 M2P, com validade de 01/04/2017, do extrato de tomate Amorita, fabricado por Stella D'Oro.

A segunda, ao extrato de tomate Predilecta, lote 213 23IE, com validade até março de 2017.

E a terceira decisão trata do molho de tomate tradicional Pomarola, lote 030903 e validade de 31/08/2017, e também do extrato de tomate Elefante, lote 032502, com validade até 18/08/2017.

Fonte: VEJA SÃO PAULO