Negócios

Países importantes para as grifes internacionais

Estabilidade financeira e ascensão social puseram o país na lista de potenciais polos do mercado AAA

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

Abre negócios - 2191a
Estabilidade financeira e a ascensão social: fatores colocaram o Brasil na lista de potenciais polos do mercado AAA (Foto: Reprodução)

12,9 bilhões de reais

é quanto os especialistas estimam que será o faturamento do mercado de luxo no Brasil neste ano. Trata-se de um crescimento de 22% em relação a 2009

66%

desse total corresponde apenas ao consumo de alto padrão em São Paulo. Ou seja, cerca de 8,5 bilhões de reais

5%

é a fatia que o mercado brasileiro deverá ocupar em 2025 no faturamento mundial do luxo. Hoje, representamos apenas 1%

34 MILHÕES DE BRASILEIROS

moveram-se na pirâmide social e passaram a engrossar as classes A, B e C entre 2003 e 2008. Até 2015, estima-se que outros 30 milhões farão parte da fatia mais abonada da população e se tornarão consumidores potenciais

2 726 REAIS

por compra é quanto gasta, em média, o brasileiro com produtos de luxo

58%

desses consumidores são mulheres

147 000

brasileiros são milionários. Ou seja, têm patrimônio superior a 1 milhão de dólares, segundo o World Wealth Report 2010, elaborado pelo banco de investimentos Merrill Lynch e pela consultoria Capgemini

45%

dos compradores de produtos de grife ganham mais de 10 000 reais por mês

Fontes: Goldman Sachs/MCF Consultoria&Conhecimento e GfK Brasil/Bain&Co./PwC/FGV

 

OUTROS PAÍSES QUE SÃO APOSTAS DO SEGMENTO DE LUXO

ÍNDIA

51%

foi o crescimento do número de milionários indianos entre 2008 e 2009. Eles são ao todo 126 700 pessoas

67,2 bilhões de dólares

é a previsão de faturamento AAA para a Índia de 2025. Equivalerá a 7% do total mundial — hoje é 1%

400 milhões

de pessoas formarão a classe média até 2020 – quatro vezes mais do que agora

600 shoppings

foram inaugurados entre 2006 e 2010

 

RÚSSIA

4%

do total de vendas do mercado de luxo se dá na Rússia. O país deve abocanhar a fatia de 7% em 2025, segundo a consultoria Goldman Sachs

117 700 milionários

vivem atualmente no país. Um crescimento de 21% entre 2008 e 2009

A Rússia

desceu da segunda para a décima posição como mercado mais atraente para o varejo desde o ano passado. As causas recaem sobre a lenta recuperação pós-crise de 2008 e a saturação do mercado

 

CHINA

328 bilhões de dólares

é a estimativa de quanto essa locomotiva do Oriente vai faturar em 2025. Ou seja, 33% do mercado mundial de luxo

Há potencial para 3 500 lojas de luxo no país nos próximos quinze anos

O estudo Merrill Lynch/Capgemi mostra que hoje 477 000 chineses possuem mais de 1 milhão de dólares de patrimônio. Cerca de 30% a mais que em 2008

15 bilhões de dólares

é quanto a China deve faturar em 2010 com o segmento

Fontes: Trading Economics/PwC/Goldman Sachs/Magram Market Research/A.T. Kearney Retail Development Index/Merrill Lynch/Institute of South Asian Studies/Deutsche Bank Research/Euromonitor

 

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO