Entrevista

Como sair das dívidas e juntar dinheiro em um ano

O economista Marcos Silvestre, autor do livro “12 Meses para Enriquecer”, ensina caminhos para quem quer virar Tio Patinhas

Por: Leonam Bernardo - Atualizado em

Capa 12 Meses Para Enriquecer
O livro: cálculos, planilhas e disciplina (Foto: Divulgação)

À primeira vista, o nome do livro acende uma luz vermelha, daquele tipo que costuma ser acionado quando desconfiamos de algo. Afinal, chama-se 12 Meses Para Enriquecer — O Plano da Virada (Editora Lua de Papel, 39,90 reais). Convenhamos, a maioria das pessoas batalha por muito mais que esse período de tempo e está aí, escravo do cheque especial. Fomos tirar a prova numa conversa com o autor, o economista Marcos Silvestre. Apresentador do programa de finanças pessoas “Na Ponta do Lápis”, da rádio BandNews FM, o paulistano de 43 anos contou como funciona o tal método que permite salvar os leitores das garras dos juros.

Nossa primeira conclusão: enriquecer requer paciência. Não que o livro seja chato — pelo contrário, Silvestre mostra-se bastante didático. É que o “plano da virada” contempla uma série de cálculos e planilhas que apenas pessoas bastante disciplinadas (ou seriamente comprometidas) conseguem colocar em prática. Ensina a calcular de maneira minuciosa os gastos mensais, compará-los com o orçamento familiar e investir. Há um capítulo, por exemplo, que detalha as modalidades do mercado de ações — e como aplicar dinheiro nelas. A seguir, a conversa que tivemos com o autor. 

Marcos Silvestre
Silvestre: "Quando a cabeça pensa, o bolso não padece" (Foto: Divulgação)

VEJA SÃO PAULO — Como enriquecer em um ano?

Marcos Silvestre — O primeiro passo é livrar-se das dívidas. Para quem tem muitas, recomendo montar uma hierarquia partindo da mais para a menos grave. Em seguida, organizar o orçamento, identificar gasto a gasto, e encontrar oportunidades de enxugamentos inteligentes, sem para isso ter de rebaixar dramaticamente a qualidade de vida.

VEJA SÃO PAULO — No livro, o senhor defende muito as compras à vista, em detrimento de gastos parcelados.

Marcos Silvestre — Para cada importante sonho de compra e consumo, deve-se montar um plano de investimentos para acumular o suficiente e conseguir, mais à frente, comprar à vista e com desconto. Com o orçamento organizado e as dívidas sob controle, será possível investir as economias mensais frequentes de forma dinâmica — com segurança elevada, porém com rentabilidade diferenciada — , e ganhar juros sobre juros.

VEJA SÃO PAULO — O senhor já enriqueceu?

Marcos Silvestre — Enriqueci, sim.

VEJA SÃO PAULO — Quanto tempo demorou? Doze meses?

Marcos Silvestre — Não. Há muitos anos coloco em prática os ensinamentos do livro. 

12 Meses Para Enriquecer - dívidas
(Foto: Veja São Paulo)

 

FIQUE RICO AGORA. PERGUNTE-ME COMO

A seguir, algumas dicas extraídas do livro:

■ Ao adquirir bens de maior valor, faça as cinco perguntas: Quero? Preciso? Mereço? Posso? Devo? Se uma das respostas for “não”, isso anula todos os outros “sim”.

■ Se quiser gastar com algo que quer mais, é preciso saber renunciar a outra coisa que queira menos.

■ O dinheiro não dá? Não culpe o salário baixo. Além de não resolver seu problema, o impede de enxergar o que você faz errado com seus gastos.

■ Jamais se esqueça que gastos muito pequenos podem levar embora um dinheirão. Exemplo: quem paga 4 reais em 2 cafezinhos por dia chegará, ao fim de um ano, à soma de 980 reais. Passar a tomar apenas uma xícara cortaria esse custo pela metade. Claro, não vai resolver o problema financeiro de ninguém. Agora, imagine essa matemática aplicada a diversas situações do cotidiano.

■ Quanto do orçamento deve sobrar no fim do mês? Nada. Cada centavo terá que estar alocado em gastos, compras e aplicações.

■ Dinheiro emprestado pertence a alguém — enquanto estiver com você, será preciso pagar “aluguel” por ele.

■ Quando a cabeça pensa, o bolso não padece.

Fonte: VEJA SÃO PAULO