5 exposições bem avaliadas em museus da cidade

Confira mostras imperdíveis em cartaz na capital

Projeto de cenário para a peça “Beijo no Asfalto”, feito por Gianni Ratto (Acervo Funarte/Veja SP)

Visitamos cinco boas exposições em cinco diferentes instituições da cidade. Confira as críticas abaixo e planeje sua programação cultural para as próximas semanas:

1 – Avenida Paulista, no Masp

Todo paulistano tem uma relação afetiva com a Avenida Paulista. Em homenagem à via mais importante do país, o Masp preparou uma elaborada declaração de amor: uma exposição que aborda todas as suas facetas. A mostra inclui belas fotografias históricas e pinturas da via, além de outros nove trabalhos, feitos especialmente para a ocasião. Mauro Restiffe, por exemplo, tirou fotos das casas e da vista de moradores de apartamentos localizados na avenida. 

Checo mostra que a colagem é bem diferente do que se pode imaginar (Oto Palán)

2 – Jirí Kólar, no Instituto Tomie Ohtake

O checo usa composições de imagens ligadas a literatura, história, música e ciência para criar colagens politicamente engajadas, sem perder a leveza e o aspecto lúdico característicos desse tipo de composição. Na mostra individual, as setenta peças são divididas em grupos, de acordo com as técnicas aplicadas pelo artista.

3 – Gianni Ratto, no Sesc Consolação

Uma produção vasta apresentada numa expografia original só poderia resultar numa mostra três-estrelas. Gianni Ratto: 100 anos é uma imersão na trajetória do cenógrafo, diretor, figurinista e iluminador italiano que transpunha suas ideias mirabolantes para o palco.

4 – Ocupação Laura Cardoso, no Itaú Cultural

Aos 89 anos, setenta deles investidos na profissão de dar vida a personagens, a atriz Laura Cardoso abre sua casa, seu guarda-roupa e suas memórias na 33ª edição da Ocupação do Itaú Cultural. Num cenário aconchegante montado como uma residência de três grandes cômodos, fotos, objetos e vídeos contam detalhes dos trabalhos da artista no rádio, no cinema, na televisão…

Paisagens de diversos períodos mostram como mudaram os padrões de representação ao longo do tempo. (Divulgação/Veja SP)

5 – Eterna Trilogia, no MAB-FAAP

Dividida entre os núcleos Retratos, Paisagens e Naturezas- Mortas, a mostra Eterna Trilogia faz um passeio didático por obras de diferentes períodos e estilos. Cerca de 100 pinturas e esculturas acadêmicas, modernas e contemporâneas evidenciam como foram mudando os parâmetros de representação dentro de cada uma dessas áreas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s