Rodrigo Andrade: “Polo não é coisa de playboy”

Um campeonato de polo sediado em Indaiatuba, no interior paulista, pretende inserir o país no calendário internacional de torneios do esporte. Trata-se da Copa Ouro São José Polo, que, do próximo dia 28 até 8 de maio, vai reunir uma turma de estrelas do mundo dos cavaleiros-atletas. Entre elas, Rodrigo Andrade, de 31 anos, o único brasileiro handicap 10 — o topo do ranking dos jogadores. Natural de Franca, Andrade joga profissionalmente há nove anos. Vida mansa de ricaço? Que nada, jura ele. “Nunca tive muito dinheiro para praticar”, conta. “Apesar da fama, polo não é coisa de playboy.”

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s