Casa de múltiplas vocações, 9 às 9 serve lanches, petiscos e doces

Pequeno sobrado na Vila Madalena foi reformado e ganhou um agradável deque de madeira para abrigar a casa

Logo que chegou a São Paulo, em 2000, o chef australiano Greigor Caisley foi trabalhar com Nina Horta no bufê Ginger. Depois de três anos por lá, assumiu a cozinha do extinto bar Drake’s, em Pinheiros. Em março passado, chegou o momento de alçar voo próprio. Um pequeno sobrado na Vila Madalena foi reformado e ganhou um agradável deque de madeira para abrigar o 9 às 9. O nome era uma referência ao seu horário de funcionamento e vocação híbrida, de café, lanchonete, bar e restaurante. No início do mês, o endereço passou a abrir ao meio-dia e fechar à meia-noite, mas manteve a sua proposta.

+ Oito bons restaurantes para comer suflê

+ Burgguer’s K prepara receitas de acordo com a tradição judaica

+ Xaveco Virtual: nossa ferramenta para paquerar no Twitter

São boas pedidas do enxuto cardápio os salgados fritos. O bolinho de arroz temperado por parmesão é recheado de mussarela (R$ 14,00; oito unidades). Surpreende ainda a coxinha (R$ 16,00; seis unidades). No lugar de frango desfiado em seu interior, leva uma saborosa rabada cozida por três horas no vinho tinto com cebola, alho, alecrim e tomate.

Para o almoço ou jantar, vai bem o hambúrguer de fraldinha coberto por queijo gorgonzola e cogumelos shiitake e shimeji puxados no azeite (R$ 22,00). Batata frita cortada em palitos grossos, molho de pimenta-verde picadinha e chutney de tomate acrescido de vinagre, pimenta-vermelha, gengibre e alho escoltam o sanduíche. Mais substanciosa, a paleta de cordeiro chega à mesa sobre uma cama de polenta guarnecida de batata, cebola e brócolis (R$ 38,00).

Petit gâteau - 9 às 9 - 2230

Petit gâteau – 9 às 9 – 2230

A qualquer hora, vão bem os doces de paladar açucarado na medida. Experimente o pudim de pão banhado em creme inglês complementado por uva-passa preta e um toque de baunilha (R$ 10,00). No petit gâteau de chocolate meio amargo (R$ 12,00), chama atenção o acompanhamento: um sorvete artesanal de cerveja Guinness e mel. No dia da visita, 29 de junho, os atendentes derraparam no café expresso Astro (R$ 3,00), servido aguado. Numa segunda tentativa, chegou curto e cremoso, à altura dos quitutes oferecidos.

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | ATENDIMENTO ✪✪

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s