Os anjos da guarda das crianças necessitadas de São Paulo

Conheça paulistanos que se dedicam a menores carentes, vítimas de maus-tratos ou com problemas de saúde

Neste domingo (12), muitos pais pretendem proporcionar um Dia das Crianças divertido aos filhos, seja pensando no presente ideal, seja bolando atividades bacanas. Outros adultos também estão fazendo esforço parecido, porém por garotos e garotas desconhecidos, que demandam cuidados especiais. São eles verdadeiros anjos da guarda, como uma segunda família, que dedicam não só este fim de semana mas toda uma vida a ajudar e proteger menores que se encontram em situação de risco ou enfrentam problemas de saúde. Por meio do trabalho em ONGs e instituições sem fins lucrativos, batalham para levar amor, carinho e atenção aos necessitados.

Os projetos e motivações de cada um são variados. A jornalista Renata Costa, por exemplo, perdeu a filha recém nascida por causa de um problema cardíaco exatamente no Dia das Crianças, em 2011. Fundou, então, uma ONG que oferece festanças em datas comemorativas na ala infantil de hospitais públicos. “Entendo a dificuldade que essas famílias estão passando”, diz.

Veja fotos da infância de famosos como William Bonner e Caio Castro

O lar transitório Casa Bakhita, na Zona Leste, é especializado em cuidar de bebês abandonados pelos pais, às vezes ainda na maternidade, ou retirados deles por problemas com drogas ou extrema pobreza. “Fazemos a diferença na vida deles com amor”, afirma a irmã Judith Lupo, presidente da ONG Nossa Senhora do Bom Parto. A entidade cuida do espaço junto com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, que possui uma rede de 2 500 vagas para acolher crianças e adolescentes em situação de risco na cidade. Mas nem sempre o governo dá conta de suprir todas as necessidades dessa turma. Na ONG Sonhar Acordado, voluntários põem a mão na massa para realizar sonhos ou promover passeios culturais para crianças carentes.

Nas matérias abaixo, confira esses e outros projetos de pessoas que beneficiam tantos jovens paulistanos:

Laramara atende crianças com deficiência visual

ONG alegra jovens internados em hospitais públicos

Escola gratuita para autistas funciona na Zona Norte

Jovens voluntários promovem eventos culturais para crianças

Crianças com múltiplas deficiências têm apoio de entidade

Psicólogas dão tratamento gratuito para vítimas de violência

Casa Bakhita cuida de bebês que foram retirados dos pais pela Justiça

Creche da periferia dá aulas de meditação e merenda vegetariana

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s