Os artistas do Hospital das Clínicas

Pacientes criam filme e livro no quarto onde moram desde pequenos

Eliana Zagui, de 39 anos, e Paulo Henrique Machado, de 46, moram desde o início da década de 70 em um quarto do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas. Seus casos ficaram conhecidos em 2008, quando viraram tema de várias reportagens. Desde então, o telefone não parou de tocar. “Já dei mais de vinte entrevistas”, contabiliza Machado. Visitas e programas diferentes se tornaram cada vez mais comuns. Só neste ano já foram duas vezes com amigos à Praia Grande, no Litoral Sul. Eliana e Machado chegaram ao HC na infância, com outras cinco crianças com paralisia infantil. Só os dois continuam vivos. Estudaram, fizeram amizades e transformaram a experiência em arte. Eliana é pintora e publicou no ano passado um livro autobiográfico. Agora, escreve outro sobre o que mudou após a fama. Machado está fazendo um filme de animação em 3D. Arrecadou 148 191 reais no Catarse, site que coleta doações pela internet. O sonho de Eliana é ter uma casa. Para ele, o futuro é um tema “complexo”. “Só sairia com a certeza de ter segurança, saúde e felicidade”, diz.

+ Minha casa é o hospital

 

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s