MIS digitaliza acervo

Nos últimos dois anos, pilhas e pilhas com 1 600 fitas de rolo e cas-sete que armazenam depoimentos do acervo do Museu da Imagem e do Som têm sido pacientemente digitalizadas e convertidas para DVD e MP3. “Não é uma restauração”, explica o empresário Thomas Roth, da produtora Lua Nova, que comanda o trabalho. “Só interferimos para melhorar o áudio nas gravações em más condições técnicas.” Na primeira leva disponível ao público há preciosidades como entrevistas com grandes nomes da música, das artes plásticas, da literatura e do futebol.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s