Manifestação contra Alckim acaba em violência

Treze pessoas foram detidas e grupos picharam muros, bancos e ônibus. Movimento também apoia as manifestações que acontecem no Rio de Janeiro

A manifestação de quinta (1), contra o governador paulista Geraldo Alckmin, acabou mais uma vez em confusão. Treze pessoas foram detidas e muros, fachadas de bancos e ônibus foram depredados. Todos manifestantes levados para o 78º DP foram soltos até a manhã desta sexta (2).

Aproximadamente 500 pessoas participaram do protesto que teve início em frente à Prefeitura de São Paulo, no final da tarde de ontem, em apoio às manifestações que ocorrem simultaneamente no Rio de Janeiro.

+ Confira a nossa cobertura

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s