Grupo se perde na selva e é resgatado após 53 horas

Trinta pessoas estavam em uma trilha na Serra do Mar, próximo a Itanhaém

Abandonar o conforto do lar para se aventurar em trilhas não é garantia de um programa ecológico bacana. Que o diga o grupo de trinta pessoas que se perdeu no último dia 9 na Serra do Mar, próximo a Itanhaém, e foi resgatado mais de 53 horas depois.

Em 2010, turistas de 34 caravanas foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros dentro de mata fechada na capital e na Grande São Paulo. Nos três primeiros meses deste ano, outros seis casos já foram registrados. “Os problemas ocorrem quando as pessoas resolvem se embrenhar em trilhas proibidas para o público”, diz Anna Carolina Lobo, gerente de ecoturismo da Fundação Florestal.

O tenente Marcos Palumbo, do Corpo de Bombeiros, observa que, além de os celulares ficarem sem sinal, os aparelhos de GPS não são sempre confiáveis para indicar o caminho na selva. “É essencial ir acompanhado de um guia que conheça a área”, aconselha.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s