Grupo se reúne para plantar árvores em regiões de nascentes

Plantio próximo aos reservatórios acontece pela terceira vez neste sábado (28)

 

Uma das causas da atual crise hídrica envolve o desmatamento nas margens dosreservatórios. A vegetação colabora para a absorção da água da chuva e reduz o risco de assoreamento das nascentes. Para reverterem a situação, o Instituto Kairós e o Movimento Urbano de Agroecologia de São Paulo (Muda-SP) estão promovendo uma ação batizada de Bora Plantar.

+ Depois de dezoito meses de alta, roubos caem no Estado de São Paulo

O primeiro encontro ocorreu em dezembro e reuniu cerca de quarenta voluntários. Eles plantaram 300 mudas de espécies como jacarandá, jequitibá e aroeira em um sítio de Parelheiros. O segundo foi realizado em janeiro e beneficiou um afluente do Rio Embu-Guaçu, na bacia da Represa Guarapiranga.

+ Turismo bate recorde no início do ano

Esse mesmo local receberá um novo mutirão no sábado (28). A expectativa é que o combalido Sistema Cantareira seja o próximo alvo, ainda sem data definida. “A área apresenta hoje um déficit de pelo menos 20 milhões de árvores”, calcula o geógrafo Arpad Spalding, coordenador de projetos do Kairós.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s