Prefeitura apaga obras de Os Gêmeos no Viaduto do Glicério

Artistas pintaram frases protestando contra a ação da administração municipal

A Prefeitura apagou nos últimos dias obras dos grafiteiros Os Gêmeos no Viaduto do Glicério, na região central de São Paulo. Os artistas mandavam recados à administração municipal contra a prática de remover grafites dos muros da cidade. 

A dupla tem trabalhos reconhecidos em diversos países. No próximo dia 23, por exemplo, uma obra dos artistas será leiloada em Nova York. O preço estimado está entre 80 e 120 000 dólares.

+ Conheça as melhores criações da dupla Os Gêmeos

Em São Paulo, as frases foram pintadas no mesmo lugar onde funcionários da Prefeitura apagaram uma das obras da dupla. A primeira intervenção, feita no dia 22 de abril, dizia: “Sr. Prefeito: nessa cidade existem muitos problemas sérios que precisam de resultados! Não gaste tempo e $ apagando graffiti das ruas!”. 

O mural foi apagado. Mas na última terça-feira (6) os artistas repetiram a dose. “Sr. Prefeito: Apagar arte é apagar cultura, apagar cultura é desrespeitar o povo”.

Entretanto, em menos de 24 horas a intervenção foi novamente coberta com tinta cinza. Insistentes, os artistas foram mais uma vez ao Viaduto do Glicério, mas fizeram apenas um desenho, sem mensagens escritas.

Em nota, Os Gêmeos afirmam que há mais de 25 anos o grafite vem trazendo reconhecimento nacional e internacional para artistas brasileiros. “A arte de rua vem sendo apagada na cidade ao longo do tempo. Esperamos com este alerta que a Prefeitura de São Paulo e seus órgãos competentes parem definitivamente de apagar os grafites e respeitem e preservem a arte de rua em todos os seus segmentos.” 

No seu plano de governo, o então candidato Fernando Haddad (PT) propôs a criação do Cidade do Grafite, projeto para formar jovens grafiteiros. Além disso, o programa previa valorizar e dar visibilidade às obras artísticas espalhadas pela cidade. 

A Prefeitura afirmou em nota que respeita manifestações artísticas como a intervenção dos Gêmeos no Viaduto do Glicério e que a Subprefeitura da Sé já tomou providências para que ocorrências dessa natureza não se repitam.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s