Escultura que determina número das rodovias paulistanas é restaurada

Esculpido em 1934 pelo artista francês Jean Gabriel Villin, este prisma hexagonal revestido de mármore é responsável por determinar a numeração das rodovias que partem da capital. A SP–70, por exemplo, está localizada a um ângulo de 70 graus em relação ao local onde fica a peça, marco zero paulistano. Na última quinta-feira, quando São Paulo completou 453 anos, a escultura foi reentregue à população depois de uma restauração que durou seis meses. A placa de bronze localizada no topo do prisma, onde se vê um mapa das estradas, havia sido roubada e foi substituída por uma réplica. O marco zero está encravado no coração da cidade: em frente à Catedral, na Praça da Sé.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s