Club Athletico Paulistano passa por reformas e irrita sócios

Há duas semanas, circula um abaixo-assinado contrário à obra que acaba com um jardim suspenso de cerca de 200 metros quadrados

Com o objetivo de ampliar o salão de festas, a reforma da sede social do Club Athletico Paulistano tem despertado a ira de alguns sócios. Há duas semanas, circula por lá um abaixo-assinado contrário à obra que acaba com um jardim suspenso de cerca de 200 metros quadrados. O documento tem 100 assinaturas. “É uma perda para a história arquitetônica da cidade”, diz a sócia e professora de arquitetura Flávia Rudge Ramos. Inaugurado em 1957, o edifício em questão foi projetado pelo mestre modernista Gregori Warchavchik (1896-1972). “Não há razão para construir puxadinhos que confinem as pessoas.” O clube protocolou um projeto de reforma no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) em janeiro. A deliberação, no entanto, não foi sancionada. Como o clube se localiza no Jardim América, bairro tombado, qualquer mudança em edificação requer aprovação. O Paulistano informa estar dentro da legalidade.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s